Hospital INC - Instituto de Neurologia de Curitiba

Urologia e o Novembro Azul: Conheça sobre doenças e tratamentos

Todos os anos durante o mês de novembro é realizada a campanha Novembro Azul, um mês de apoio à conscientização dos homens em relação aos cuidados com sua saúde. A campanha começou em 2009, na Australia, quando um grupo de homens deixou o bigode crescer (dai o símbolo da campanha ser um bigode) para ajudar na arrecadação de fundos para instituições de caridade. Após o sucesso local, a campanha se espalhou pelo mundo.

No Brasil, a campanha iniciou pela iniciativa do Instituto Lado a Lado pela Vida e pela Sociaedade Brasileira de Urologia e hoje faz parte do calendário nacional de prevenções.


PRÓSTATA:
A próstata é uma glândula do aparelho reprodutor masculino que tem como função principal a produção de secreções que compõem o liquido seminal. Com o avançar da idade, alguns problemas podem surgir neste órgão, sendo os principais a Hiperplasia Prostatica Benigna e o Cancer de Prostata.

HIPERPLASIA PROSTATICA BENIGNA:
A Hiperplasia prostática é uma doença benigna, que não tem relação com o câncer, mas que pode provocar sintomas que afetam bastante a qualidade de vida do homem. São eles: dificuldade para urinar, jato urinário fraco, aumento da frequência urinária, acordar varias vezes durante a noite para urinar e até mesmo a retenção urinaria aguda. O tratamento para esse problema pode ser medicamentoso ou cirúrgico. Nos últimos anos, os tratamentos para a Hiperplasia prostática benigna evoluíram bastante, com o surgimento de tecnologias (por exemplo: Cirurgia a Laser) que os tornaram mais eficazes e seguros, com recuperação mais rápida e menores riscos para o paciente.

A cirurgia é realizada de forma minimamente invasiva, sem cortes, através da uretra, com baixos riscos e recuperação e alta rápida.
O serviço de Urologia do Hospital INC tem todas as condições, com tecnologia e equipe preparada para realizar essas cirurgias.


CÂNCER DE PRÓSTATA:
O câncer de Prostata, ao contrario da Hiperplasia, não provoca sintomas em sua fase inicial, daí a importância de realizar o exame periódico (screening) para o diagnóstico precoce e tratamento adequado, com altas chances de cura.
Estatisticas indicam:
- Esse é o segundo tipo de câncer mais mortal entre os homens.
- Um em cada seis homens sera alvo da doença.
- Há um diagnóstico de câncer de próstata a cada 7,6 minutos.
- Há um óbito por câncer de próstata a cada 40 minutos.
- É o sexto tipo de câncer mais frequente no mundo.

O exame da próstata é feito através da dosagem de PSA (proteína produzida pela próstata que esta aumentada em caso de câncer) e do toque retal. Em casos suspeitos sao solicitado outros exames, principalmente Ressonancia Magnetica e Biopsia, onde sao retirados pequenos fragmentos da próstata para exame. Quando diagnosticado e tratado precocemente, o câncer de próstata e curável e,sabendo que quando existem sintomas a doença, normalmente está em estágio avançado, por isso, o exame periódico deve ser feito por todos os homens a partir dos 50 anos e para os que apresentam fatores de risco (historia familiar e homens de cor de pele negra) a partir dos 45 anos.


Uma alimentação saudável, atividade física regular, evitar o excesso de peso, álcool e cigarro, além de consultar o urologista regularmente sao as principais formas de prevenir as complicações por essa doença. O tratamento do câncer de próstata vai depender de vários fatores, como a idade do paciente, estagio da doença, classificação de risco, ou seja, gravidade da doença, condições clinicas do paciente e outros. O Urologista deve avaliar cada caso para definir o melhor tratamento, que varia desde acompanhamento com exames periódicos, ou seja, “sem tratar”, em casos de doença inicial com baixo risco, até o tratamento cirúrgico, no qual é retirada toda a próstata.

As técnicas cirúrgicas para o tratamento do câncer de próstata evoluíram bastante, sendo, geralmente, realizadas de forma minimante invasiva, seja por cirurgia Videolaparoscopica ou, ate mesmo, por cirurgia Robotica.

VASECTOMIA:
A vasectomia, ou Cirurgia Esterilizadora Masculina, é a cirurgia indicada para os homens que nao desejam mais ter filhos e procuram um procedimento definitivo. É uma cirurgia relativamente simples e com baixos riscos. A recuperação é rápida e pouco dolorosa, desde que respeitados os cuidados recomendados pelo medico.


É possível reverter a Vasectomia?
- Existe, sim, a possibilidade de reverter a vasectomia. Porém, a reversão nao possui 100% de sucesso. Assim, a vasectomia é considerada uma cirurgia contraceptiva definitiva, por isso, deve-se ter o máximo de certeza de sua vontade antes de realiza-la.


Existe risco de gravidez apos a cirurgia?
- Após a realização da vasectomia, ainda ha eliminação de espermatozoidades por algum tempo. Assim, depois de realizada a cirurgia, é necessário aguardar um período (entre 2 e 3 meses e 20 ejaculacoes), quando é solicitado um espermograma, para poder
deixar de usar os métodos anticoncepcionais.

- Existe risco de falha na cirurgia (1 em cada 200 casos). Dessa forma, deve-se sempre aguardar o período recomendado e realizar o
espermograma antes de deixar de usar o método anticoncepcional que esta usando.


Vasectomia pode causar Impotência?
- Não. A cirurgia causa apenas infertilidade. Não há comprometimento da função sexual. Nem das ereções, nem do prazer sexual.

A quantidade de sêmen diminui?
- O sêmen continua sendo eliminado na ejaculação normalmente. Apenas nao conterá espermatozoides. O volume ejaculado nao se
altera.

Como é feita?
- É realizada uma pequena incisão na pele do escroto, geralmente sob anestesia local e sao ligados e seccionados os ductos deferentes, que são os pequenos canais por onde passam os espermatozoides

Fonte: Dr. Ruimario Coelho, Urologista do Hospital INC