Hospital INC - Instituto de Neurologia de Curitiba

Equipe médica de Curitiba contribui para estudo internacional de tratamento de AVC

Médico neurologista Pedro Kowacs e a equipe dele ajudaram a desenvolver um tratamento para a prevenção secundária de AVC; 11 mil pacientes de diversos países foram avaliados,
e os resultados têm sido positivos.

Confira a matéria clicando aqui!

Uma equipe médica de Curitiba contribuiu com um estudo que defende a combinação de dois medicamentos para tratamento de Acidente Vascular Cerebral (AVC). O estudo chegou a ser publicado na New England Journal of Medicine, uma das revistas mais importantes da área.

O médico neurologista Pedro Kowacs e a equipe dele ajudaram a desenvolver um tratamento para a prevenção secundária de AVC, ou seja, a ocorrência após um primeiro derrame, que é comum e pode ser bem mais grave.

O tratamento consiste na combinação de dois remédios, sendo um deles o ácido acetilsalicílico. Mais de 11 mil pacientes de diversos países foram avaliados, e os resultados têm sido positivos.

"Os medicamentos preventivos serão utilizados em quem já teve um AVC, e a pessoa passa a tomar, vamos dizer, para a vida", explicou Kowacs.

O AVC é uma das doenças que mais provoca mortes no país, ao lado do câncer, das doenças arteriais e da Covid-19. Segundo o Ministério da Saúde, anualmente, mais de 99 mil pessoas morrem no Brasil em decorrência de AVC.

"A prevenção é a mesma que se faz para doenças cardiovasculares: manter o colesterol controlado, manter a pressão arterial controlada, evitar hábitos que possam precipitar como o tabagismo, fazer atividade física, ter uma alimentação saudável", relatou o médico.

Para conferir a matéria acesse: https://g1.globo.com/pr/parana/noticia/2020/08/17/equipe-medica-de-curitiba-contribui-para-estudo-internacional-de-tratamento-de-avc.ghtml

Fonte: RPC Curitiba | 17/08/2020